6.9.06

PÉ NA PORTA SOCO NA CARA....


Matanza - Pé na Porta Soco na Cara

Pra quem já viu, não passa de um imbecil
Não tem ninguem com quem esteja de bem
E não te peço consideração
Ou você tem ou não
Antes havia mais gente ao redor
Hoje é cada vez mais só
E toda paciência um dia chega ao fim
Inevitavelmente isso termina assim
Ooooooooooooooo na cara
Reto que arrebenta o nariz
Essa noite vai dormir feliz
Pé na porta e soco na cara
Achou, por bem, acabar com o dia de alguem
Então, sendo assim, tinha que escolher justo a mim
Conta o que eu não tenho, diz o que eu não posso
O que é meu é meu, o que é seu é nosso
Qualquer infeliz tem mais o que fazer
Só você não parece ter
E eu não tenho nada mais a lhe dizer
O papo com você agora tem que ser


ERRRRRRR... a moral é essa, ser grotesco e deu! "pé na porta soco na cara", e foda-se... Eu passo a maior parte do tempo pensando, quando eu não tiver estudando tenho mesmo é que viver sem me emportar com nada. Minha cabeça só serve para calculo mesmo. Pelo menos para algo serve...

2 comentários:

bibiana disse...

Calma...nao te revolta!
bju

Diego disse...

A moral eh viver...

na real.. o foda-se foi a melhor palavra já inventada na língua portuguesa ehehe..

abraço!